Catarina é autora de programas de rádio e co-autora de programas de televisão. Já escreveu crónicas, um livro, um argumento e várias letras de canções.


Catarina foi co-autora, juntamente com Nuno Artur Silva, do programa Como estão a ver na Rádio Comercial e autora dos programas Entre a Espada e a Parede e Crónicas de Londres na Antena 1.
Publicou em 2006 um livro infantil intitulado Os Meus Olhos de Afonso e em 2007 escreveu o argumento do telefilme da RTP, O Buraco.

Ao longo da sua carreira, Catarina tem escrito várias letras de canções: Solta-se o Beijo, História de Pedra e No Concerto do Palma para a Ala dos Namorados; Laura, que faz parte da banda sonora do telefilme A Noiva; Lutador, Avô Amigo e Amor Proibido, temas da banda sonora da série televisiva Crianças SOS; Xixi Cama, tema de um disco do Avô Cantigas; Ela é Dança da cantora Anabela; Ida para a Filarmónica Gil; Dia do Livro para um documentário da jornalista Teresa Conceição sobre Moçambique transmitido na SIC; o tema Príncipe do Nada de Lúcia Moniz e ainda João e Beatriz, de Ricardo Reis Pinto.





Apresentadora

Catarina Furtado é uma das personalidades mais versáteis da televisão portuguesa.

Actriz

A carreira de Catarina passa também pela sua vertente de actriz, com trabalhos de representação em televisão, teatro, dobragens e narrações.

Autora

Catarina é autora de programas de rádio e co-autora de programas de televisão. Já escreveu crónicas, um livro, um argumento e várias letras de canções.

Embaixadora UNFPA

Em 1999 Catarina Furtado foi nomeada Embaixadora de Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a População.

Documentarista

Catarina Furtado apresenta e é co-autora, juntamente com Ricardo Freitas, de dois projectos exibidos na RTP em formato de documentários humanitários: Príncipes do Nada e Dar Vida sem Morrer.

Associação Corações com Coroa

Corações com Coroa é uma associação sem fins lucrativos, criada por Catarina Furtado, Ana Magalhães e Ana Torres em Janeiro de 2012. Tem como objectivo central promover uma cultura de solidariedade e inclusão sócio-afectiva das pessoas em situações de vulnerabilidade, risco e pobreza.

Imagem

Catarina começou a trabalhar aos 19 anos e já completou 21 anos de carreira.

Webdesign de Mão